Tudo o que precisas de saber sobre Pré-requisitos!

18 novembro 2021

A cada dia que passa, estás cada vez mais perto da tua candidatura ao ensino superior. Mas, antes de te candidatares, há algumas questões fundamentais a ter em conta e que podem ser indispensáveis para que a tua candidatura seja bem-sucedida. Este artigo vai ajudar-te a desvendar os mistérios dos pré-requisitos.

Antes de mais, pega lá um vídeo para te ajudar a perceber para que servem e como funcionam:

 

Primeiro de tudo precisas de saber que existem pré-requisitos de dois tipos: de aptidão e de matrícula. Encontras informação sobre ambos mais abaixo!

 

Como podes saber se o curso ao qual te queres candidatar implica a realização de pré-requisitos de aptidão e/ou de matrícula?

Depois de uma pesquisa de cursos no nosso portal, entre outras informações, a coluna de observações diz-te através das letras "PR" se o curso te obriga a realizar pré-requisitos. Ao passar o rato por cima destas letras, vais ter informação sobre o grupo e a natureza destes pré-requisitos. Poderás ver aqui quais os grupos e a que provas correspondem.

Se preferires, podes ainda ver os Pré-Requisitos organizados por Grupo com os respetivos cursos em baixo.

 

 

PRÉ-REQUISITOS DE APTIDÃO

 

Para te candidatares a alguns cursos, podes ter que validar aptidões de condição de natureza física, funcional, artística ou vocacional através dos pré-requisitos. Cabe às instituições de ensino superior decidir que cursos te pedem pré-requisitos e de que natureza são.

As provas das aptidões descritas acima serão realizadas antes da candidatura, em duas chamadas. Vais ter de te deslocar à instituição para a qual te pretendes candidatar e prestar estas provas. Para comprovares a aprovação neste tipo de pré-requisitos, vais ter a Ficha Pré-requisitos, que é emitida pelas instituições de ensino superior. Nesta ficha, terás um código de ativação que vai servir para, no momento da candidatura, comprovares a sua aprovação.

Antes que comeces a entrar em parafuso sobre o que tudo isto significa, vê o nosso vídeo que explica tudo:

 

Estes pré-requisitos podem, dependendo da sua natureza, ser de seleção, seleção e seriação ou apenas de seriação dos candidatos.

Os resultados dos pré-requisitos de seleção são expressos em “apto” ou “não apto” no que se refere ao grupo C, grupo H, grupo I e  grupo K.

Os resultados dos pré-requisitos de seleção e seriação são expressos em "apto" e "não apto" também, mas têm uma componente adicional para quem for considerado "apto". Esta componente adicional ser para seriação e é uma nota compreendida entre 100 e 200 pontos. Estes pré-requisitos referem-se ao grupo P, grupo R e grupo S.

Enquanto que os pré-requisitos de seriação se expressam numa classificação de 0 a 200 pontos, podem influenciar a tua Nota de Candidatura e é referente ao grupo M.

 

Datas e prazos importantes para as provas de aptidão:

Prazo

Ação a realizar

De 29 de março a 19 de abril

Inscrição para a realização da 1.ª chamada da avaliação dos pré-requisitos

Até 30 de junho

Realização dos pré-requisitos – época normal

Até 15 de junho

Comunicação à CNAES da intenção de realização de uma época especial do processo de avaliação dos pré-requisitos.

Até 9 de julho

Certificação dos pré-requisitos - época normal

Datas a propor pelas instituições de ensino superior*

Realização dos pré-requisitos - época especial

Até 31 de julho

 

Certificação dos pré-requisitos - época especial

 


* De acordo com calendário concreto a fixar pelas instituições de ensino superior que exigem pré-requisitos.

 

Alguns truques e dicas:

  • Se precisas destes pré-requisitos, a 1ª chamada é muito importante! Só podes ir à 2ª chamada, se justificares a razão de falta à 1ª chamada, e esta 2ª chamada só abre se as instituições de ensino superior acharem conveniente. A 2ª chamada não pode também ser utilizada para melhoria ou se foste considerado “não apto” na 1ª chamada. Até porque não vai haver 2ª chamada por causa da pandemia!
  • O grupo C e o grupo H são equivalentes, o que significa que se fizeres um não precisas de fazer o outro.
  • Quando fazer uma destas provas numa instituição, essa prova vai ser válida para todas as instituições e cursos que a exijam. Não precisas de ir fazer novamente só porque te vais candidatar a um curso/instituição diferente.

 

 

PRÉ-REQUISITOS DE MATRÍCULA

 

A cada dia que passa, estás cada vez mais perto da tua candidatura ao ensino superior. Mas, antes de te candidatares, há algumas questões fundamentais a ter em conta e que podem ser indispensáveis para que a tua candidatura seja bem-sucedida. Este artigo vai ajudar-te a desvendar os mistérios dos pré-requisitos de matrícula.

Primeiro de tudo precisas de saber que existem pré-requisitos de dois tipos: de aptidão e de matrícula. Os primeiros foram abordados no artigo “Tudo o que precisas de saber sobre Pré-requisitos de Aptidão!”. Os segundos, serão abordados ao pormenor neste artigo.

Antes de fritares a pipoca por causa dos atestados médicos e da marcação de consultas e tudo o mais, vê este vídeo onde explicamos tudo:

 

Os pré-requisitos de matrícula são comprovações documentais, como atestados médicos, que vais ter de entregar no ato da matrícula, apenas se ficares colocado. Estes pré-requisitos referem-se ao grupo A, grupo B, grupo D, grupo E, grupo F e grupo Q.

Deves verificar qual é o grupo exigido pelo teu curso, imprimir o documento (vais encontrar neste artigo em baixo), levá-lo a um médico para validar e depois entregar no ato da matrícula.

 

Este tipo de pré-requisitos não implicam a realização de provas de aptidão, mas podem ser condição essencial para te poderes matricular na instituição. Caso falhes a apresentação destes documentos, a instituição poderá bloquear a tua matrícula e se não conseguires entregar a declaração em tempo útil, poderás perder a vaga.

 

O que deves imprimir e entregar, depois de ser validado por um médico?

 

Alguns truques e dicas:

  • Os grupos A e B são equivalentes, tal como os grupos C e H, se tratares de um não precisas de tratar de outro mesmo que te estejas a candidatar a cursos diferentes.
  • O documento de Pré-Requisito de Matrícula do grupo D é uma autodeclaração, podes tratar sozinho sem recurso a um médico.
  • O grupo E e Q, ainda que sejam de aptidão funcional e/ou física, não são provas, mas sim uma validação médica de robustez através do documento que referimos em cima.

 

Para teres acesso a todos os pormenores específicos, vê o documento que contempla toda a informação do Diário da República.